Imposto de Renda Pessoa Jurídica

A sua empresa pode ser parceira do CESD na inclusão

Empresas que apuram seu imposto de renda com base no Lucro Real podem destinar até 1% de seu imposto devido a entidades sem fins lucrativos.

A destinação do imposto de renda não representa benefício fiscal. Ou seja, o contribuinte não paga menos imposto, ele permite que parte de seu imposto de renda devido seja direcionada diretamente para um projeto de sua escolha.

Como funciona?

A doação é feita através o Fundo Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Campinas (FMDCA).

Os valores recebidos pelo FMDCA são revertidos aos projetos das entidades inscritas no CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social, analisados e aprovados pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Campinas (CMDCA).

O cadastro das entidades pode ser verificado no site do FMDCA.

Por que doar?

O Centro Síndrome de Down - CESD atua há quase 40 anos na inclusão de pessoas com síndrome de Down para que elas se tornem protagonistas de suas próprias vidas.

O CESD é uma organização sem fins econômicos, que conta com doações para manter as suas atividades.

É muito fácil! Basta seguir o passo a passo!

  • IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA
    1. Acesse o site do FMDCA. fmdca.campinas.sp.gov.br
      Faça o seu cadastro ou login, se já possuir cadastro.
    2. Na "Área do Destinador" clique em Nova Destinação
      Selecione o Centro Síndrome de Down - CESD como a entidade que receberá sua destinação; Informe o valor e confirme. Depois é só imprimir e pagar o boleto.
    3. Após o pagamento do boleto, o seu recibo estará disponível na "Área do Destinador" do site do FMDCA
    Quais os lançamentos contábeis?

    O lançamento da destinação ao FMDCA deve ser evidenciado na DRE e no LALUR, devendo acompanhar as adições por parte da despesa não dedutível de acordo com a qualificação da doação a fim de respeitar os limites dedutíveis.

    O valor destinado deve ser apresentado em cada período de apuração (fechamento de balanço).

    O valor destinado deve ser adicionado na base de cálculo do IRPJ, pois a doação para o FMCDA não é dedutível (artigo 591 do RIR/99), conforme exemplo a seguir.

    Considerou-se uma doação de R$ 2.800,00 no período.

    Memória de cálculo apuração do lucro

    LUCRO LÍQUIDO ANTES DO IRPJ R$ 1.910.701,01
    (+) ADIÇÕES R$ 2.800,00
    (- )DEDUÇÕES R$ ------
    LUCRO REAL ANTES DA COMP. PREJU R$ 1.913.501,01
    (- )COMP. PREJ R$ ------
    LUCRO REAL R$ 1.913.501,01
    Lançamento na ECD da apuração do lucro

    O valor na apuração deve ser deduzido do valor a pagar do IR tendo como limite 1% do valor sem o adicional.

    Observando o nosso exemplo, esse limite seria de R$ 2.870,25 dedutível (287.025,15 x 1% = 2.870,25).

    O lançamento de tal apropriação deve ser efetuado no campo de Deduções direto no registro N620, obtendo uma diminuição no valor total a pagar:

    Memória de cálculo do imposto devido
    BASE DE CALCULO DO IMPOSTO DE RENDA
    LUCRO LÍQUIDO ANTES DO IRPJ R$ 1.913.501,01
    IR ALIQUOTA DE 15% R$ 287.025,15
    ADICIONAL EXCEDENTE MENSAL R$ 189.350,10
    (-)DEDUÇÕES R$ 2.800,00
    VALOR DO IR A PAGAR R$ 473.575,25
    LUCRO REAL R$ 1.913.501,01
    Lançamento ECD do imposto devido